Nossa experiência com o TCC da Pós-Graduação em Tradução de Inglês da Estácio

Daniela Torres, Flávia Montalvão e Renata Felipe

O TCC – Trabalho de Conclusão de Curso – é um dos requisitos para conclusão do curso de Pós-Graduação em Tradução de Inglês da Estácio e para a obtenção do título de Especialista (lato sensu). Dentre os diversos tipos de TCC disponíveis, a Estácio oferece duas modalidades: uma mais acadêmica, que é o artigo científico, e outra mais pragmática, que é o projeto prático de tradução, simulando o trabalho em uma agência do ramo. Dessa forma, o curso consegue atender aos diferentes perfis e necessidades dos alunos. O artigo científico pode ser realizado individualmente ou em dupla. Dado o seu caráter acadêmico, deve obedecer a padrões específicos de conteúdo e de formatação, conforme as normas da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, entre outros. Já o projeto prático deve ser realizado em grupo. Aqui o objetivo é simular o cotidiano de uma agência de tradução: contato com o cliente, elaboração de orçamentos e glossários, tradução/versão de textos de diversas áreas, revisão dos textos traduzidos, trabalhos de legendagem etc.

Optamos por desenvolver nosso TCC como projeto prático, pois acreditamos tratar-se de uma excelente oportunidade de iniciarmos nossa jornada no universo da tradução e de nos prepararmos melhor para o mercado profissional, muito além de ser um instrumento de avaliação final do curso. Durante o curso, as disciplinas de “Metodologia da Pesquisa” são dedicadas à confecção e apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso – TCC, independente da modalidade escolhida pelos alunos. Nessas disciplinas, a Professora Dra. Simone Vieira Resende foi nossa referência e, com sua orientação atenciosa e paciente, extremamente organizada, nos auxiliou com cada etapa do trabalho. Do início ao fim do curso, compartilhou conosco sua experiência e nos ensinou desde vocabulário, corpus, tradução técnica, terminologia, metodologia até dicas de formatação e informática. Sempre generosa com os alunos, acessível, com seu exemplo de excelência e profissionalismo inspirou nosso projeto.

Como o curso foi feito à distância, na modalidade EAD, nosso grupo foi formado por meio do “Fórum TCC”. Trata-se de um espaço on-line destinado à interação dos alunos e Professores da Estácio durante o desenvolvimento dos trabalhos de conclusão de curso. Assim, o encontro de três alunas de diferentes regiões do país (RJ, DF e MG), com formações, contextos e áreas de atuações distintos – cada uma com sua visão e estilo – contribuiu para a realização do projeto de TCC de forma rica, singular e harmônica.

Essa diversidade refletiu-se também nas escolhas dos textos a serem traduzidos. Vale ressaltar que o acervo disponibilizado pela Instituição para a realização do projeto prático contém arquivos de inúmeros estilos e formatos, abrangendo traduções e versões: literária e técnica, roteiro de filmes, transcrição, legendagem e tradução de vídeos e jogos, apps e sites. Contempla, portanto, uma vasta gama de interesses e gostos. Isso permitiu a cada integrante do grupo total liberdade na escolha das áreas e arquivos de seu interesse para atender ao “pedido do cliente”. Esse ponto foi importante para que cada uma se sentisse confortável e se empenhasse nas traduções realizadas.

Recebido o “Pedido do cliente” pela nossa “agência de tradução”, era hora de pôr a mão na massa, ou melhor, nas CAT Tools (!) e deixar tudo pronto. Com muita pesquisa, criamos os glossários específicos para cada texto, elaboramos os orçamentos das traduções, revisamos os textos e nos esforçamos para aprender a usar o máximo de ferramentas existentes para otimizar o trabalho dos tradutores, todas apresentadas a nós no curso.

Finalmente, estava tudo pronto. Mas, pensando em oferecer algo diferente e interessante nesse Trabalho de Conclusão de Curso, aderimos à ideia de criar um blog para nosso “grupo-agência”, conforme sugestão da própria Professora Simone em suas aulas, ao relatar o sucesso desse formato, utilizado anteriormente por outros alunos. Assim nascia a agência “Futuro Traduções”. 🙂 No blog reunimos e publicamos todos os links para acesso aos nossos trabalhos, disponibilizados na nuvem, em um drive, conforme diretriz da Professora, nas disciplinas de Metodologia. Mas ainda buscávamos um diferencial.

A essa altura, já sabíamos que o mundo da tradução era bem amplo e alguns profissionais, em especial, nos inspiravam. Dois deles – os renomados: William Cassemiro, da Translators101, e Wendell Guimarães, do Vida de Tradutor – sempre nos chamaram atenção pela seriedade e qualidade de seu trabalho. Em contato com ambos, fizemos um pedido: gravar um pequeno depoimento para nossa “agência do TCC”, com dicas sobre o mercado de tradução para os novos profissionais que estavam se formando. E o resultado foi muito melhor do que imaginávamos: recebemos a generosidade desses profissionais em depoimentos exclusivos sob as formas de vídeo curto e de uma entrevista completa – praticamente uma palestra! – dando dicas preciosas e “o caminho das pedras” para o tradutor iniciante. Foi um presente que recebemos de pessoas maravilhosas que nos trataram com todo o profissionalismo e seriedade, como uma agência de tradução real, o que nos honrou muito e valorizou extremamente o nosso trabalho.

Nossa experiência com o TCC da Pós-Graduação em Tradução de Inglês da Estácio foi excelente para consolidar o aprendizado que tivemos ao longo de todo o curso. Realizar esse projeto de forma prática, nessa modalidade de TCC, significa a junção de todas as matérias assistidas no curso, de tudo o que foi ensinado e aprendido. E é muito gratificante ver como a teoria aprendida durante todo o curso se aplica na prática. Hoje, na reta final, após o depósito da versão definitiva do trabalho e já consideradas “aptas” para a apresentação do TCC pela Professora Orientadora, estamos muito satisfeitas com o resultado de todo o nosso investimento em esforço, persistência e disciplina, tão necessários durante a realização de um curso como esse, principalmente à distância.

Não podemos dizer que foi um trabalho fácil, mas com toda a certeza valeu a pena. Iniciamos o curso como pessoas leigas no assunto, sem conhecimento algum sobre a tradução profissional, e hoje temos confiança e segurança para ingressar no mercado de trabalho, mesmo sabendo que ainda temos muito o que aprender e que essa carreira demanda educação continuada. Somos gratas a todos que nos apoiaram, especialmente a TODOS os nossos Professores – os melhores do meio acadêmico e profissional – que nos abriram novos horizontes, como os das CAT Tools, do mundo editorial, da legendagem, das traduções literárias e traduções técnicas específicas, dentre tantas outras áreas. Nossos agradecimentos especiais à Pós-Graduação em Tradução de Inglês da Estácio; ao William Cassemiro e ao Wendell Guimarães. Para conferir “a cereja do bolo” do nosso TCC e assistir aos vídeos, visite nosso blog, conheça a “Futuro Traduções” e nos siga nas redes sociais.

Daniela, Flávia e Renata

Futuro Traduções
Blog: http://futurotraducoes.blogspot.com/
Instagram: @futurotraducoes
Twitter: @FuturoTraducoes

Um comentário em “Futuro Traduções: a agência criada no TCC”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *